Varizes: As veias retiradas na cirurgia não fazem falta?

As veias são responsáveis por trazer o sangue de volta ao coração. Para isto ocorrer elas têm de estar com o funcionamento normal. As veias que são varicosas são as que não estão trabalhando adequadamente, ou seja, não estão cumprindo a função de levar o sangue na direção correta. Por isso, a retirada dessas veias não irá fazer falta. Assista ao vídeo e veja mais detalhes com o Dr. Alexandre Amato (108651).

Discografia: O exame que detecta lesões na coluna

A Discografia é usada para ajudar a determinar a origem da dor na coluna. O procedimento consiste na injeção de contraste no disco, que pode reproduzir a dor ou apresentar as características de um disco doente. Assista ao vídeo e veja mais detalhes com o Dr. Marcelo Amato (CRM 116579).

–transcrição —

Olá! Eu sou Marcelo Amato, sou neurocirurgião do Instituto Amato e hoje eu vou falar um pouco de discografia.
Alguns pacientes com dor na coluna apresentam lesão nos discos intervertebrais, protrusões, abaulamentos, fissuras, entre outros. Mas nem sempre é possível culpar essas alterações que são vistas na ressonância magnética pelos sintomas apresentados pelo paciente.
Uma hérnia de disco grave, com necessidade de cirurgia, por exemplo, tem sintomas bem definidos, de dor incapacitante, perda de sensibilidade ou perda de força, mas a maioria dos pacientes ficam num meio termo, com muito tempo de tratamento clínico, fisioterapia e sem melhora e os exames de imagem mostrando essas alterações.
Como já conversamos algumas veses aqui, as infiltrações e os bloqueios na coluna ajudam a identificar a exata estrutura responsável pela dor do paciente. Mas hoje eu vou falar um pouco mais da discografia, que é um teste para saber se o disco está doendo.
Como eu disse, abaulamentos, protrusões, fissuras, não querem dizer exatamente que a dor está vindo dali. Mas com esse teste é possível saber sendo, portanto, considerado um complemento ao estudo da ressonância magnética.
É um procedimento que é feito com anestesia local. A agulha é introduzida até o disco e injeta-se contraste. A maneira como esse contraste é absorvido pelo disco já nos dá bastante informação e a discografia é considerada positiva quando a dor do paciente é reproduzida com o procedimento.
Não é um procedimento doloroso, mas pode ser realizado com sedação para maior conforto do paciente, se ele assim desejar.
Se esse assunto te interessar, procure mais nas nossas redes sociais.

Conheça as principais causas da Hérnia de Disco

A Hérnia de Disco pode ser causada, principalmente, por três fatores: herança genética, envelhecimento da coluna e o que fazemos com ela durante a vida. Uma forma de evitar a doença é adotar uma postura correta e a prática equilibrada de exercícios físicos. Assista ao vídeo e veja mais detalhes com o Dr. Marcelo Amato (CRM 116579).

— Transcrição —

Olá! Eu sou Marcelo Amato, neurocirurgião do Instituto Amato e hoje nós vamos falar um pouco sobre o que causa a hérnia de disco.

Essa é a dúvida de muitos pacientes. Muitas vezes há um sentimento de culpa ou de ter feito algo errado, mas é um problema que eu considero multifatorial. Costumo dizer que é causado principalmente por três fatores: uma herança genética, o envelhecimento da coluna e o que fazemos com a coluna durante a vida. E é aí que podemos atuar mais, adotando postura correta e exercícios físicos.

Exercícios demais, de menos, ou de forma errada prejudicam a coluna. Então cada indivíduo precisa encontrar o ponto de equilíbrio. Uma hérnia raramente é causada por um evento único. É mais comum o disco ir se desgastando com o tempo e aí um evento maior pode desencadear uma crise mais forte, por exemplo nos casos de hérnia de disco extrusa.

Enfim, se aconteceu com você, não se culpe. Procure ajuda médica para resolver o problema e após resolvido, invista em uma boa reabilitação, com um bom fisioterapeuta e um bom educador físico para evitar outros problemas futuros.

Se você gostou desse vídeo, procure outros sobre o mesmo assunto. Nós temos inclusive um vídeo com a nossa fisioterapeuta dando algumas dicas de postura. Curta esse vídeo e compartilhe.

Hidrocefalia de Pressão Normal: distúrbio da circulação liquórica

A Hidrocefalia de Pressão Normal é uma doença que costuma acometer adultos, principalmente após os 60 anos de idade. Ela é caracterizada por um distúrbio da circulação liquórica (líquido cefalorraquidiano que protege e irriga o sistema nervoso central). O cérebro para de funcionar adequadamente, porque o líquido não é reabsorvido corretamente ou então apresenta dificuldade de circulação. Assista ao vídeo e veja mais detalhes com o Dr. Marcelo Amato (CRM 116579).

Potenciais Evocados e Monitorização Neurofisiológica: sinais elétricos gerados pelo sistema nervoso

Os Potenciais Evocados são os sinais elétricos gerados pelo sistema nervoso em resposta a algum estímulo. Em geral, estímulos sensitivos, visuais ou auditivos, são utilizados para estudo da integridade das vias neuronais, desde o órgão captador do estímulo, passando ao longo dos nervos, até as diferentes regiões do cérebro responsáveis pelo processamento dessas informações. Assista ao vídeo e veja mais detalhes com o Dr. Marcelo Amato (CRM 116579).

Tratamento de Inseminação Intrauterina: deposição de espermatozoides no interior da cavidade uterina

A inseminação intrauterina é um tratamento que tem como objetivo sincronizar e facilitar o encontro dos espermatozoides com os óvulos. Ele é indicado para casais jovens, casais com fator masculino leve ou alteração pequena no espermograma, pacientes mulheres que têm dificuldade em manter relação sexual, pessoas com alterações medulares (que não têm ejaculação), entre outros. Assista ao vídeo e veja mais detalhes com a Dra. Juliana Amato (CRM 106072).

Síndrome dos Ovários Policísticos: o distúrbio endócrino que provoca alteração dos níveis hormonais

A Síndrome do Ovário Policístico, também conhecida pela sigla SOP, é um distúrbio endócrino que provoca alteração dos níveis hormonais, levando à formação de cistos nos ovários que fazem com que eles aumentem de tamanho. É uma doença caracterizada pela menstruação irregular, alta produção do hormônio masculino (testosterona) e presença de micro cistos nos ovários. Assista ao vídeo e veja mais detalhes com a Dra. Juliana Amato (CRM 106072).

Mamoplastia de Aumento: A cirurgia de aumento das mamas com implante de silicone

Também conhecida como mamoplastia de aumento, a cirurgia de aumento de mama utiliza implantes de silicone para dar volume às mamas. Para tirar suas dúvidas sobre o procedimento, assista ao vídeo e veja mais detalhes com o Dr. Fernando Amato (CRM 133826).

Prótese Mamária: quando trocar?

A tecnologia utilizada nos implantes mamários está cada vez mais evoluída, mas, apesar disso, eles não são eternos. Com o passar do tempo, pode acontecer a contratura capsular, que é o endurecimento do material da prótese. Este efeito pode acontecer de 10 a 20 anos depois da cirurgia. Assista ao vídeo e veja mais detalhes com o Dr. Fernando Amato (CRM 133826).

Hérnia inguinal: o tipo de hérnia abdominal mais comum

O Dr. Cássio Barros (CRM 89250), cirurgião geral, explica no vídeo como é formada a hérnia inguinal – causada por descuido da natureza na formação dessa parede, que tem de suportar pressões muito altas – e quais são as complicações que ela pode trazer para a saúde do paciente.